Finanças Pessoais: Por Que Devo Começar a Me Planejar?

Quando falamos em finanças corporativas parece haver um consenso de que um planejamento financeiro deve fazer parte das atividades rotineiras da empresa se o objetivo for prosperar, fazer investimentos inteligentes e ter endividamento controlado.

Mas por que na hora de falar em finanças pessoais muita gente acaba deixando o assunto para depois?

A importância de um bom planejamento financeiro pessoal

Assim como nas empresas, pessoas físicas realizam investimentos (elas adquirem imóveis, automóveis, fazem cursos de qualificação, aplicações financeiras, etc), idealmente devem fugir do endividamento e ter por objetivo a prosperidade.

Diferente das empresas, no entanto, o resultado de um bom planejamento financeiro pessoal vai muito além da garantia de boas margens de lucro, ele afeta a qualidade de vida e a disponibilidade de tempo livre que as pessoas tem para desenvolver atividades não relacionadas ao trabalho.

Ter disciplina a auto controle nas finanças pessoais pode ser decisivo para concretizar o sonho da compra de um imóvel, de um automóvel ou mesmo para fazer aquela tão sonhada viagem. Desenvolver uma boa relação com o dinheiro faz com que você deixe de viver em função dele e passe a usá-lo a serviço da viabilização dos seus objetivos.

Por onde devo começar?

O primeiro passo de um bom planejamento financeiro pessoal é mapear as suas receitas, despesas e objetivos. Muitas vezes as pessoas gastam dinheiro de forma desnecessária simplesmente porque não pararam para pensar sobre os seus hábitos de consumo.

Pode parecer absurdo, mas se você nunca mapeou as suas contas certamente irá se surpreender com alguma variável do seu somatório de gastos.

Existem alguns softwares disponíveis no mercado que auxiliam a organização e o mapeamento das contas como o GuiaBolso, Organizze, Contas Online. As próprias planilhas de Excel também podem ser bastante úteis.

Só trazendo para a sua consciência o que você recebe e o que você gasta será possível refletir sobre as suas prioridades financeiras e traçar estratégias para remanejá-las de forma a alcançar os seus objetivos.

Quais as vantagens de fazer um planejamento financeiro pessoal?

Existem inúmeras vantagens de fazer um bom planejamento financeiro pessoal, entre elas é possível citar:

  • Colocar o dinheiro a serviço da realização dos seus objetivos.
  • Possuir reserva e proteção para ocorrências inesperadas.
  • Ter visão de médio e longo prazo, traçando metas pessoais mais ambiciosas.
  • Fazer do dinheiro acumulado uma fonte de renda extra.
  • Encurtar o tempo da conquista dos seus objetivos.
  • Descobrir qual o tipo de investimento é mais adequado para o seu perfil.
  • Definir a melhor estratégia para lidar com os seus problemas financeiros atuais, regularizando suas dívidas e reorganizando as suas contas.
  • Diminuir ou zerar a necessidade de tomar empréstimos e pagar juros, passando a investir e ganhar juros.

Caso você tenha dúvidas sobre qual a melhor estratégia para manejar as suas finanças pessoais, conte com a ajuda dos profissionais da Brain4finance. Nossos conhecimentos sobre planejamento financeiro certamente te colocarão mais perto dos seus objetivos e da sua realização pessoal.

Este post foi útil para você? Compartilhe conosco a sua experiência com planejamento financeiro pessoal.